Modern technology gives us many things.

Supernatural poderia ter tido final bem diferente segundo produtor

0
Novos detalhes sobre como o final da série Supernatural parecia antes de COVID-19 sugerem que o episódio teria sido melhorado em um aspecto significativo. A décima quinta e última temporada de Supernatural teve a infelicidade de entrar em intervalo em março de 2020, apenas alguns episódios curtos antes do tão esperado final.  O trabalho na 15ª temporada ainda não havia sido concluído quando o corona vírus atingiu, e Supernatural foi um dos infelizes programas de TV forçado a completar uma temporada em meio a uma pandemia mundial. Quando finalmente chegou no final de 2020, o final de Supernatural provou ser altamente divisivo.

Como seria o final original?

As circunstâncias eram, sem dúvida, difíceis, mas o impacto do distanciamento social e restrições de viagens eram óbvios durante os dois últimos episódios de Supernatural. Os personagens mantiveram desajeitadamente distância uns dos outros e a produção continuou com o mínimo de talento na tela. Os membros do elenco e da equipe confirmaram que o impacto do COVID-19 alterou o final de Supernatural originalmente criado, e as informações sobre esse final abandonado estão agora começando a surgir.  De acordo com Andrew Dabb (showrunner de Supernatural), a intenção era que os momentos finais de Sam e Dean ocorressem na versão reconstruída de Roadhouse para o céu, que estaria lotada com todo e qualquer ex-elenco disposto a aparecer. Até mesmo o Kansas foi escalado para tocar na banda da casa, tocando “Carry On My Wayward Son”. Este final proposto teria resolvido um grande problema com o final de Supernatural – a falta de personagens retornando. Muitos esperavam ver um excesso de rostos familiares caso Sam e Dean ascendessem ao céu, honrando o espírito da ética familiar de Supernatural. No final, Dean encontrou apenas Bobby Singer na vida após a morte, embora os pais dos Winchesters também tenham sido referenciados. Sem velhos amigos para saudá-los, o final de Supernatural falhou em criar um senso de legado para os irmãos Winchester, mas o final pretendido teria martelado em quantas vidas Sam e Dean tocaram para melhor. Vale ainda lembrar que o final que foi ao ar deixou muitos fãs chateados, o principal problema foi a falta de Castiel, em sua última cena juntos, o anjo confessou seu amor por Dean e morreu logo em seguida, o que poderia ter sido uma cena de despedida entre personagens que tiveram grande química juntos, acabou virando uma ofensa para a comunidade LGBTQ+ que acredita que o último episódio deveria ao menos trazer mais uma oportunidade de conversa entre os dois. 

Cultura Pop e muito mais!

Se você gostou de conhecer um pouco mais sobre as séries mais marcantes e quer ler mais sobre Séries, Quadrinhos, Animes e tudo sobre a cultura Pop, aproveite para acompanhar as postagens do Real Nerd e fique por dentro de tudo.
 
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More