Melhores Filmes Cyberpunk para você ver agora!

0

Se você é um aficionado por cinema, com certeza já se deparou com o termo, e com alguns tipos de filmes Cyberpunk. Mas, ainda que você não conheça exatamente a origem e significado desse estilo, certamente já viu algum filme assim, pois muitos blockbusters com histórias Cyberpunk fazem sucesso.

O mundo Cyberpunk é repleto de cenários que mistura ficção científica, cenários distópicos, personagens marcantes e histórias inesquecíveis. Prova disso são filmes como Blade Runner e Robocop, que até hoje ocupam posições de destaque na lista de melhores filmes de todos os tempos, além de serem cultuados pelos fãs.

Portanto, conheça a seguir o que são filmes Cyberpunk, como esse estilo surgiu no cinema e quais são as suas características. Confira também nossa lista com os melhores filmes para você mergulhar fundo nesse tipo de universo, e por onde começar, com uma lista de quais filmes já estão disponíveis nos principais serviços de streaming.

O que é um filme Cyberpunk?

O que nunca falta ao cinema são gêneros de filmes e subgêneros. Os filmes Cyberpunk se encontram no segundo grupo. Isso significa que esse tipo de filme é uma ficção científica bem específica.

o que é um filme cyberpunk
Filme cyberpunk. Fonte/Reprodução: original

Apesar de existirem diversos temas e universos já explorados no subgênero Cyberpunk, é preciso lembrar que esse tipo de filme requer algumas características para ser enquadrado no grupo, como você verá adiante.

Qual o primeiro filme cyberpunk a ser lançado?

Já que o tipo da história desenvolvida no Cyberpunk é tão marcante e singular, é comum surgir a pergunta acerca da origem desse tipo de filme.

Curiosamente, o universo Cyberpunk começou nos livros, não no cinema. Mas, para quem já é amante da sétima arte, isso nem deveria ser uma surpresa. É muito comum que o cinema crie roteiros com base em obras literárias de sucesso. Com isso, o primeiro filme cyberpunk é o famosíssimo Blade Runner.

Na época de lançamento, talvez nem mesmo o diretor, Ridley Scott, e o astro Harrison Ford, poderiam prever o sucesso do filme com o passar dos anos. A bilheteria do lançamento foi baixa em comparação com outros filmes de ficção científica, como Star Wars.

Mas no fim das contas, a longevidade da história de Deckard e dos replicantes falou mais alto, e criou um verdadeiro marco para a inauguração do Cyberpunk no cinema.

Quais as características de um filme cyberpunk?

Podemos chamar qualquer ficção científica de Cyberpunk? De forma alguma! Narrativas como a de Star Trek, por exemplo, podem ser consideradas ficções científicas, mas passam longe do gênero mais sombrio e cheio de temas complexos, que beiram o niilismo. Vejas as principais características de um filme Cyberpunk!

Distopia

É praticamente impossível falar em Cyberpunk sem ter uma distopia como plano de fundo. Nesse tipo de cenário, a narrativa é inserida em um universo onde poderes políticos são fortes e a liberdade humana está sempre em perigo, ou totalmente aniquilada.

Biotecnologia avançada

Em muitos cenários de filmes Cyberpunk a biotecnologia é extremamente avançada, pois a humanidade já deu saltos incríveis em sua própria evolução. Mas esse desenvolvimento é visto por uma lente cínica, que faz parte da distopia, do controle social e da marginalização das personagens-foco.

Baixo nível de vida

Os problemas sociais, como pobreza e marginalidade, marcam o estilo de vida da maioria dos personagens principais em filmes Cyberpunk. Essas personagens costumam viver nos redutos da sociedade e passam por terríveis lutas que possuem um cunho social.

Controle Social

O controle social é uma parte importante em toda história Cyberpunk, pois o conflito do filme geralmente está nessa situação. Filmes como “V de Vingança”, por exemplo, mostram o poder de uma ditadura. Já Matrix usa as máquinas para definir o controle social.

Excesso de Neon

Se existe uma coisa que define o cinema Cyberpunk é a sua estética. Se, por um lado, as lentes das câmeras dos diretores e cinegrafistas captam a decadência da vida nos redutos, por outro, as cores em neon permeiam muitas cenas. O neon demonstra locais e cidades mergulhadas, ao mesmo tempo, em escuridão e tecnologia.

A estética neon do Cyberpunk é sempre um lembrete de que nessas histórias o meio-ambiente tornou-se uma espécie de figurante em relação aos prédios, fios, meios de transporte tecnológicos, homens e máquinas.

Individualismo Rebelde

Os filmes Cyberpunk sempre repousam em um conflito principal, onde as heróis da história agem, de diversas formas possíveis, para derrubar o status quo. Como as histórias envolvem distopias e controle social, o individualismo rebelde é mais que esperado, pois corresponde a outra ponta do espectro.

Por que ver um filme Cyberpunk?

Um bom filme Cyberpunk reúne o que há de melhor em histórias: personagens com problemas sérios, conflitos profundos e uma sociedade perfeitamente disfuncional. Temas como controle individual e coletivo, guerras civis, domínio da tecnologia, escravidão, política, livre-arbítrio, entre outros, são constantes nessas narrativas.

Mas não é apenas a complexidade das histórias e temas o que seduz no estilo Cyberpunk. Também é preciso mencionar a estética, que a cada filme mostra um novo lado. Diretores inspirados sempre criam cenários e até a decadência das cidades é original.

Além disso, filmes desse subgênero são, em sua maioria, repletos de cenas de ação que são adrenalina pura. Mas, para quem gosta de cinema e de boas histórias, deve assistir aos melhores filmes Cyberpunk.

Melhores filmes Cyberpunk:

Depois de saber tudo sobre Cyberpunk, você com certeza já quer pegar a pipoca e o controle remoto. Confira os detalhes sobre os melhores do subgênero!

Blade Runner

Blade Runner, o “pai” de todas as histórias Cyberpunk que o seguiram, ganhou uma sequência recentemente. Ainda não se fala em um terceiro filme, mas com certeza a franquia tem muito a entregar.

O filme de 1982, mostra um ex-blade runner com a missão de caçar cinco replicantes que chegam na terra em novembro de 2019, já que os replicantes são considerados ilegais após um motim provocados por eles.

Blade Runner 2049

Blade Runner 2049 é uma sequência direta de seu antecessor, e inclusive conta com atuação de Harrison Ford, que volta no papel do caçador de replicantes, Rick Deckard. O enredo do filme ainda conta com a Tyrell Corporation, que é a empresa de tecnologia mais proeminente no mundo, e com os replicantes – seres humanos feitos em laboratórios e fábricas.

Blade Runner 2049 se passa 30 anos após o primeiro Blade Runner. O dilema dos replicantes ainda existe e um novo conflito, de cunho totalmente pessoal e familiar, se desenrola em uma trama surpreendente, cheia de reviravoltas e quebras de expectativa.

A estética do antigo Blade Runner não apenas foi preservada aqui como explorada ao máximo. A visão do novo diretor, Denis Villeneuve mostra o quanto esse cineasta prestou um tributo ao primeiro filme Cyberpunk com sua história e estética.

Demolition Man

Já Demolition Man, é o filme Cyberpunk que reúne os ícones da ação dos anos 90, Sylvester Stallone e Wesley Snipes. Nessa história, os personagens principais estão em lados opostos, onde um é um policial e o outro um assassino.

Mas, até aí, essa trama parece como qualquer outra, certo? Não em Demolition Man, onde o futuro é super tecnológico existe uma crio-prisão, que congela os condenados pelo tempo da pena cumprida. Nesse cenário, há uma fuga da prisão, que coloca o melhor policial atrás do assassino.

Robocop

É praticamente impossível falar de Cyberpunk sem mencionar Robocop. Só o personagem principal do filme possui diversos elementos do subgênero: a distopia, o controle penal e social, os aparatos tecnológicos e a união de homem e máquina.

Com certeza, um dos sucessos do cinema do final da década de 80, que marcou adultos e crianças dos anos 80 e 90.

RoboCop 2

Em Robocop 2, a história começa com a bem-sucedida implantação de programa de pacificação da cidade pela OCP. Mas o poder centralizado da companhia gera enormes problemas, pois esta controla até a prefeitura e a polícia. Além disso, surge uma droga, conhecida como “Nuke”, e que se torna a razão do poder de vários grupos de narcotráfico.

Robocop 2 (1990) – Official Trailer (HD)

Com a inquietação do povo, e com as ocorrências de crimes cada vez maiores, a OCP parte para uma solução radical: usar os dependentes químicos em testes que os transformarão em máquinas

RoboCop 3

No último filme da saga clássica do Robocop, a corporação OCP tenta dominar uma cidade por meio de um novo projeto, conhecido como Delta City. Com isso, a corporação OCP cria uma força-tarefa que se choca com os moradores da cidade, os chamados rebeldes.

Nesse ínterim, está Robocop, que passa por um conflito pessoal e entra na guerra entre rebeldes e a corporação OCP.

Robocop – O Policial do Futuro

Por fim, o início de todo o universo Cyberpunk de Robocop. O primeiro filme, obviamente, conta a origem do policial do futuro. Morto em uma operação de rotina do trabalho, um policial torna-se em um ciborgue, cujo objetivo é lutar contra o crime em Detroit.

Mas as lembranças de quando ainda era vivo o atormentam, especialmente porque esse policial teve as memórias apagadas pelos seus criadores.

Screamers

Em Screamers, o Cyberpunk vai às alturas, literalmente. O filme conta a história do comandante Joe Hendrickson e do seu recruta Ace Jefferson. Eles devem ir até o planeta Sirius 6B: uma terra devastada pela guerra nuclear e mergulhada em um conflito que envolve a posse de uma mina preciosa e distante.

Como se isso já não fosse o bastante, os protagonistas se deparam com os Screamers em meio a missão, que são ciborgues criados para proteger a mina e que agora estão fora de controle.

Minority Report

Minority Report tem os ingredientes de um bom filme Cyberpunk aliado a uma trama cheia de dilemas morais. No ano de 2054, um sistema judiciário e policial, chamado de Pré-Crime, foi implantado com sucesso em Washington D. C.

No sistema, o crime é descoberto antes que possa acontecer, como uma previsão do futuro altamente tecnológica. Com isso, o índice de crimes foi reduzido a zero e a paz reinou por anos.

Até que, em uma missão de rotina, o chefe do Departamento Pré-Crime é acusado de cometer um assassinato que ainda não aconteceu. Começa uma corrida alucinada para provar sua inocência e, com isso, ir a fundo num sistema aparentemente infalível. O filme reúne o talento para ação de Tom Cruise e a direção singular de Steven Spielberg.

Paycheck

O brilhante engenheiro de computação, Michael Jennings, é constantemente contratado por grandes corporações para roubar segredos empresariais. Porém, após o seu último projeto, Michael tem a memória apagada.

Tudo o que lhe sobra é um envelope misterioso, que contém diversos objetos, e uma repentina perseguição policial. O diretor John Woo reuniu-se com Ben Affleck para criar esse filme Cyberpunk, que foi traduzido no português para “O Pagamento”.

A Scanner Darkly

Em um futuro próximo, os Estados Unidos estão em uma situação terrível, já que praticamente perderam para o império do tráfico. Nesse contexto, Robert Arctor se infiltra como um viciado, mas seu envolvimento na missão é tamanho, que o vício se torna algo real.

Além do conflito dramático, a Scanner Darkly envolve diversos dos elementos de filmes Cyberpunk: tecnologia avançada, vigilância absoluta da vida das pessoas, até mesmo a possibilidade de mudar o rosto e a voz. ‘

Pi

Pi é um filme singular, que mostra a vida do jovem Max, um gênio da matemática que, ao descobrir qual é o número de Pi completo, fica exposto aos segredos da vida, do universo e da própria existência humana.

Isso provoca o interesse de pessoas que representam corporações mal intencionadas, atrás do conhecimento de Max.

Brazil (1985)

Quem ama filmes Cyberpunk que ficaram eternizados, não pode deixar de conferir essa obra-prima de Terry Gilliam, que dirige um elenco de peso, encabeçado por Robert de Niro.

Em uma época futurista, Sam Lowry é mais um dos cidadãos controlados por estado totalitário. A forma de controle do estado é através de fichas e cartões de crédito, que obrigam as pessoas a pagar por tudo o que usam. Até mesmo o tempo de prisão deve ser encarado como algo mais a pagar.

Através desse contexto de rígido controle social, Sam Lowry conhece e se apaixona por Jill Layton, que é uma revolucionária terrorista.

Until the End of the World

Só o nome desse filme, que recebeu a versão em português de “Até o fim do mundo”, já demonstra a sua tendência para o Cyberpunk.

A história se desenvolve em um cenário de virada do milênio, muita tecnologia, catástrofes e pânico generalizado da população.

Gattaca

Gattaca se passa em um futuro bem ligado a uma questão que já provoca debate hoje: a engenharia genética. A história mostra dois irmãos, onde um foi modificado geneticamente e o outro não.

O irmão que não foi modificado, sofre de doenças e debilidades, mas deseja tornar-se um piloto espacial. O problema é que ninguém sabe de suas deficiências naturais e ele precisa esconder isso o tempo todo.

A grande sacada desse filme Cyberpunk é colocar a questão de determinar o futuro de qualquer pessoa já no nascimento, através da modificação genética.

Paprika

De todos os filmes Cyberpunk que existem, a animação “Paprika” se destaca pela originalidade. A trama acontece quando o Dr. Tokita cria um aparelho que torna uma pessoa capaz de entrar no sonho de outras.

Essa revolução tecnológica mostrou-se um sucesso nos tratamentos psiquiátricos, feitos pela Dra. Atsuko Chiba. O grande problema acontece quando o DC Mini é roubado e os pesquisadores do laboratório começam a enlouquecer. Para salvar a todos e resolver o mistério, a Dra. Atsuko assume a identidade de Paprika, uma detetive do mundo dos sonhos.

Dredd

Dredd é uma história icônica dos filmes Cyberpunk e merece sua posição nas melhores listas. É muito interessante ver muitos elementos do subgênero (vigia, justiça, polícia, julgamentos e execuções) aparecerem em uma simples personagem.

A rotina de Dredd, o juiz, é manter a paz a todo custo. Na história do filme, ele é encarregado de treinar uma turma de recrutas que possuem habilidades psíquicas, além de lutar contra o surgimento e disseminação de uma droga nova, potente e ilegal.

Possessor

Em um mundo onde é possível habitar um corpo alheio através de um implante cerebral, uma agente de uma organização misteriosa se utiliza desta tecnologia para cometer assassinatos.

Mas tudo muda quando ela se torna prisioneira na mente de um homem que comete atos ainda mais violentos que os seus.

A Viagem

O elemento Cyberpunk presente em “A Viagem” são as histórias que se passam em diferentes tempos e se cruzam.

A trama, que começou em um livro e chegou às telas pelas irmãs Wachowski, conta uma história não linear, onde cada núcleo e cena afeta o próximo, com muito drama, mistério e até mesmo romance.

Jogador Nº 1

Jogador Nº 1 é um dos filmes Cyberpunk mais recentes da lista, e isso é bom, pois a tecnologia de CGI permitiu que as muitas referências da trama à cultura pop ganhassem vida, em um filme de estética singular.

No ano de 2045, a maioria das pessoas se interessa mais pela vida virtual, do que pela real. O mundo virtual mais popular é o OASIS, cujo criador, James Halliday, faleceu. Mas esse homem excêntrico partiu com uma mensagem: ele construiu um quebra-cabeça dentro do OASIS e o primeiro que resolver será dono de uma fortuna incalculável.

Nessa trama conhecemos Wade Watts, que é um viciado no OASIS, mas que precisa “voltar ao mundo real” e ter experiências humanas, como sobrevivência e o amor.

Archive

O filme Archive possui as qualidades de todo bom filme Cyberpunk. Se passa no futuro, em 2038, e conta sobre a vida de um homem que convive com três AI.

Toda a dinâmica do filme é centralizada no relacionamento de robô e humano, em uma trama onde o suspense dá a tônica de tudo o que acontece.

Alita: Anjo de Combate

Um filme que entrou nas boas-graças da crítica foi Alita: Anjo de Combate. Na cidade de Iron City, o cientista Dyson Ido se depara com uma ciborgue jogada fora em um lixão: essa é Alita.

Quando Dyson faz Alita despertar, a ciborgue está sem memória e a trama a empurra para que ela descubra sobre seu passado, o mundo que a cerca e suas incríveis habilidades de combate. Com isso, Alita luta contra inimigos mortais, ao se tornar uma poderosa caçadora de recompensas.

Mute

O cenário de Mute é bem típico dos filmes Cyberpunk, tanto que a inspiração vinda de Blade Runner é clara. Na história, Leo, o protagonista, está em busca de sua namorada desaparecida. Leo é mudo, mas, por uma questão religiosa, se recusa a fazer a operação que poderia curá-lo.

Esse filme tem uma premissa interessante em seu protagonista, que se recusa a ceder ao mundo tecnológico que o cerca, além de dividir bastante espaço de tela com os vilões que o perseguem.

A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell

Do anime Ghost in the Shell, essa adaptação cinematográfica mostra a história da protagonista Major, que vive em um mundo futurístico. Nesse mundo, já é possível unir a mente humana ao corpo resistente e basicamente indestrutível das máquinas.

Todo o filme é mergulhado em ação, estética neo noir e suspense. A história se desenvolve em torno de um profundo mistério que traz o passado da protagonista à tona e muitos “plot twists”.

Upgrade: Atualização

Esse é um dos filmes na lista dos Cyberpunks que ninguém pode perder. Upgrade traz cenas genuínas de ação e violência, mas vai muito além disso. O protagonista da história, Gray, é um mecânico totalmente avesso à tecnologia, que parece tomar o mundo à sua volta cada vez mais.

Quando Gray se vê vítima de um crime que o deixa paralisado e com sua namorada morta, ele faz uma literal parceria com uma IA que o permite se mover novamente, bem como lutar como se fosse um mestre de artes marciais. O filme explora a dinâmica entre Gray e Stem – sua IA – e leva os espectadores para uma trama de mistério, dramas morais e muitas reviravoltas, com um final surpreendente.

Hotel Artemis

A tônica Cyberpunk em Hotel Artemis está no controle de pessoas, que se demonstra em um “hospital para criminosos”, que possui a fachada de um hotel.

Esse filme é interessante, pois se passa em dois locais: dentro e fora da prisão. No lado interno, uma enfermeira cuida de tudo para que as regras não sejam quebradas. Fora da prisão, ocorre uma revolta popular contra uma grande corporação que monopoliza o suprimento da água da cidade.

A tecnologia avançada convive com a decadência no cenário do filme Hotel Ártemis, o que rende excelente cinematografia e uma experiência singular para quem ama os filmes Cyberpunk.

New Gods: Nezha Reborn

Essa animação chinesa, que chegou até nós pela Netflix traz um ponto de vista oriental e puxado para a fantasia nos filmes Cyberpunk.

A história narra a vida do protagonista Li Yunxiang, que trabalha como entregador, mas também age como uma espécie de Robin Hood em sua cidade. Contudo, as coisas mudam radicalmente na vida de Yunxiang ao ter um encontro do destino com Ao Bing, um príncipe cruel que faz parte do clã De.

Blame!

Mais uma animação para nossa lista de Cyberpunks, Blame conta com vários elementos que caracterizam o subgênero, pois a história se passa no futuro e a humanidade vive em condições precárias.

Os seres humanos são obrigados a passar suas vidas no interior de labirintos sinuosos e cheios de perigo, e perdem suas próprias identidades nesse processo. Em meio a tal cenário, surge E. Killy, um homem de passado desconhecido, mas que está disposto a impedir o esquecimento da humanidade.

Elysium

Só o elenco de Elysium já traduz o peso desse filme: Jodie Foster, Matt Damon e Wagner Moura. Além disso, a narrativa contém uma premissa muito interessante. No ano de 2159, a humanidade está dividida em dois grandes grupos: ricos e pobres.

Aqueles que podem pagar por isso, vivem em excelentes condições numa estação espacial. Já quem não possui riquezas, ficou condenado a viver em um planeta Terra completamente devastado.

Esses mundos entram em colisão quando a secretária do governo, interpretada por Foster, tenta impedir os cidadãos pobres de chegar em Elysium.

Total Recall

Esse clássico dos filmes Cyberpunk pode ter um título original estranho, pois no Brasil é conhecido simplesmente como “O Vingador do Futuro”.

Estrelado por Arnold Schwarzenegger, o filme conta a história de um homem da classe trabalhadora, que de repente se vê em meio a eventos de espionagem em Marte. O grande problema: ele não consegue determinar se as experiências são reais ou simplesmente memórias implantadas.

Gamer

O filme “Gamer” demonstra o tema do livre-arbítrio humano de maneira emblemática. Em um futuro próximo, homens e mulheres condenados à prisão entram em uma espécie de videogame da vida real, onde todas as suas ações são controladas por pessoas livres, internautas. Em suma, cada prisioneiro representa uma “personagem” desse jogo, que pode ser literalmente mortal.

Aos internautas jogadores, a promessa de diversão como nunca antes; aos prisioneiros, a promessa de liberdade sob a condição de trinta vitórias no jogo. Kable, o mais conhecido personagem do jogo, busca derrubar o sistema corrupto que gerou essa febre em primeiro lugar.

Hardcore: Missão Extrema

Esse filme mistura toda a tecnologia de histórias de ciborgues com a adrenalina de uma missão que precisa terminar em apenas um dia.

Henry é um ciborgue que foi ressuscitado e que agora corre para salvar a sua mulher de um terrível tirano, cujos poderes de telecinese o colocam a frente de um grande exército de mercenários. Para sorte de Henry, ele pode contar com Jimmy, que se mostra a única chance para salvar sua esposa.

Tron – O Legado

Com o peso do experiente Jeff Bridges no elenco, Tron – O Legado traz a experiência do mundo da computação, só que por dentro.

A história conta um mistério, deixado pelo gênio dos computadores, Kevin Flynn, ao seu filho Sam. Mesmo que seja o herdeiro da empresa do pai, Sam não quer saber dos negócios, e inclusive boicota a empresa uma vez por ano.

Porém, quando Sam faz 27 anos, ele se vê frente ao último trabalho de seu pai, que o leva literalmente para outro mundo: dos programas de computador.

Repo Men: O Resgate de Órgãos / Os Coletores

Já Repo Men se debruça no conceito do avanço da Medicina e estudos de biologia. Nesse filme, é possível curar doenças e até mesmo salvar vidas através de órgãos artificiais. Entretanto, a mesma empresa que oferece os órgãos detém o monopólio dessa tecnologia e cobra a dívida daqueles que não conseguiram pagar o preço.

A empresa manda os chamados “repo-men” atrás de todos aqueles que não pagaram as suas dívidas.

Padre

Padre é um filme onde um conflito entre humanos e vampiros se desenrola. Os homens ficam sob a tutela de uma entidade que, em teoria, os protege: a igreja.

Um padre guerreiro, que prefere uma vida anônima, é levado à ação quando sua sobrinha é sequestrada por um grupo de vampiros. A questão é que a igreja afirma que vampiros não existem. Quando o Padre sai em sua missão de resgate, outros padres vão atrás dele a mando da igreja, para silenciá-lo.

Eu, Robô

No ano de 2035, a convivência entre robôs e humanos já é estabelecida, onde os robôs são usados para realizar diferentes trabalhos, inclusive de assistentes. A fim de manter a segurança, foi criado um código de programação que impede uma rebelião das máquinas: a Lei dos Robóticos.

Um dia, o Dr. Miles aparece assassinado e um robô é o principal suspeito do crime. Começa um turbilhão na sociedade, pois muitos acreditam que a Lei dos Robóticos foi derrubada.

Matrix

De todos os filmes Cyberpunk da lista, Matrix é com certeza o mais lembrado, por sua história inovadora, ação eletrizante e efeitos especiais revolucionários.

A narrativa segue, desde o início, Neo, um famoso Hacker que descobre o que é a Matrix: uma realidade virtual feita para aprisionar seres humanos, que se tornaram uma matéria-prima energética para alimentar as máquinas.

Obviamente, Matrix vai muito além de sua premissa, com personagens inesquecíveis, como Morfeu e Trinity, além de debates filosóficos sobre a liberdade, a verdade e o próprio conhecimento.

Animatrix

Das mesmas criadores, as irmãs Wachowski, Animatrix é uma história contada em formato de antologia. Com isso, várias personagens novas do mundo de Matrix são bem exploradas.

Tudo em um filme totalmente animado e com novos visuais.

Matrix Reloaded

Matrix Reloaded trata-se da continuação do primeiro filme, com a volta de todos os personagens-chave amados pelos fãs.

Nesse filme, tudo o que foi mencionado no primeiro ganha vida na tela: a cidade de Zion, os habitantes humanos livres do poder das máquinas, a guerra entre homens e máquinas e o papel de Neo em todo o conflito.

Matrix Revolutions

Esse é o fechamento da trilogia original, onde Neo tem as suas batalhas finais tanto contra sua nêmesis, o Agente Smith, quanto com as máquinas.

Em um filme tido por muitos como “confuso”, a história se fecha com muitas reviravoltas, ação e os debates filosóficos já esperados.

Matrix Resurrections

Já Matrix Resurrections, como seu nome sugere, “ressucita” personagens como Morfeu, Neo, Trinity e Agente Smith. Mas a premissa é bem diferente, pois Neo começa a história sem ter consciência de que está de volta à Matrix.

Lançado em 2021, Resurrections aposta em conceitos da tecnologia que são familiares a nós e até mesmo se lança à metalinguagem para falar de nossa dependência dos aparelhos eletrônicos e o estado da indústria cinematográfica hoje em dia.

O Fantasma do Futuro

O Fantasma do Futuro aparece novamente na lista, mas dessa vez em sua versão original, em anime. Na história, a agente Major Motoko possui um corpo tão modificado que praticamente todo o seu organismo é robótico.

Ela lidera um grupo, o “Esquadrão Shell”, criado para combater o crime e manter a ordem.

Por isso, o nome “Fantasma” alude a parte humana que ainda reside em Major Motoko.

Metrópolis

De fato, a gênese dos filmes Cyberpunk está em Blade Runner e similares. Mas vale a menção de Metrópolis em nossa lista. Esse filme, lançado em 1927, já tratava de assuntos complexos como a tecnologia e o efeito que a autoridade do estado pode causar na sociedade.

O filme, lançado na época em que a Europa vivia os anos posteriores à Primeira Guerra, foi considerado polêmico, mas hoje é tido como um precursor dos temas abordados nas narrativas Cyberpunk.

Cyborg – O dragão do futuro

Esse é o tipo de filme Cyberpunk que não demora com sutilezas. O mundo é futurístico e pós-apocalíptico, onde a fome e a doença devastaram a Terra e deixaram o planeta com pouquíssimos habitantes.

Nesse cenário catastrófico, um forte guerreiro faz de tudo para proteger a vida de uma ciborgue, pois ela representa uma chance de cura para a humanidade.

Akira

Akira trata-se de um filme de animação japonesa extremamente cultuado por seus fãs. A história se passa na cidade de Neo Tokyo, em 2019, que corresponde à antiga Tokyo devastada em uma grande explosão, no ano de 1988.

Em Neo Tokyo de 2019, a cidade sofre com ataques terroristas constantemente. Nesse cenário, uma gangue de motoqueiros se sobressai, especialmente através dos personagens Kaneda e Tetsuo.

Um dia, Tetsuo se depara com uma criança misteriosa, Takashi. Tudo o que ele e Kaneda sabem da criança é que ele fugiu de um hospital obscuro, onde era prisioneira e cobaia.

Tron – Uma Odisseia Eletrônica

Kevin Flynn, um programador de computadores genial, descobre que um executivo de sua empresa tentou invadir o seu projeto, isto é, roubar o sistema que criara. Nesse conflito, Kevin termina transportado, por meio de outro programa, para o mundo digital.

Tron é um dos filmes Cyberpunk que pode ser considerado um dos precursores de histórias onde os seres humanos são inseridos nos próprios programas de computadores, como é o caso de Matrix.

O Exterminador do Futuro

A franquia “Exterminador do Futuro”, que começou na década de 80, contém uma premissa tão interessante que se estendeu por décadas. O último filme foi lançado em 2019.

Na história, os homens estão em guerra com as máquinas e a única forma de vencê-las é voltar no tempo e impedir a rebelião das máquinas em primeiro lugar. Por isso, o primeiro filme segue o Exterminador, um robô que viaja ao passado com o propósito de matar Sarah Connor: futura mãe de John Connor, que será uma peça-chave na luta contra as máquinas no futuro.

Cada filme da franquia mostra um novo momento da guerra entre homens e as máquinas, representadas pela Skynet, uma inteligência artificial rebelada. Embora, de acordo com os críticos, até hoje os melhores filmes são os mais antigos: Exterminador 1 e 2.

Renaissance

Renaissance é um filme que trata da tecnologia por um ponto de vista interessante, pois se debruça nos conceitos de beleza e juventude eternas. Na sociedade representada na história, há uma empresa chamada Avalon, responsável pela tecnologia da beleza.

A maior cientista da Avalon é sequestrada, e isso faz a empresa chamar Barthélémy Karas: um policial cuja especialidade é encontrar pessoas. Um mistério começa quando as testemunhas aparecem mortas uma após a outra e o policial Karas se vê numa situação onde o resgate é apenas uma parte de sua missão.

Filmes Cyberpunk disponíveis na Netflix

Agora que conhecemos essa lista completa de filmes Cyberpunk, saiba quais os filmes que você pode encontrar na Netflix, confira:

  • Mute!;
  • Blame!;
  • Minority Report;
  • Elysium;
  • No Limite do Amanhã;
  • Blade Runner 2049;

Não deixe de verificar a data até onde você pode ver os filmes. Muitos deles saem do catálogo da Netflix de tempos em tempos.

Filmes Cyberpunk disponíveis na Amazon

Alguns do filme listado acima, como Blade Runner 2049, também está disponível no Amazon Prime Video, mas claro que há outros filmes, como:

  • Robocop;
  • Infinito;
  • O preço do Amanhã;
  • Dredd;
  • Ghost in the Shell (animação);
  • Jogador Nº 1;

Veja com atenção os filmes disponíveis na assinatura do Amazon Prime, pois alguns estão disponíveis somente para aluguel.

Filmes Cyberpunk disponíveis na HBO

A HBO, que hoje em dia é uma vertente da Warner Bros, também abriga vários filmes Cyber Punk em seu serviço de streaming

  • Matrix;
  • Matrix Reloaded;
  • Matrix Revolutions;
  • Matrix Resurrection;
  • Hotel Artemis;
  • Jogador Nº 1;
  • Blade Runner;

Para os fãs de franquias como Matrix e Blade Runner, a HBO Max é um ótimo lugar para começar!

Filmes Cyberpunk disponíveis na Disney

Já no Disney + você encontra os filmes que fazem parte dos estúdios Disney, como:

  • Tron – O Legado;
  • Tron – Uma odisseia eletrônica;
  • Wall-E;

Embora o Disney + seja mais conhecido pelos seus filmes de super heróis, além de ficções científicas mais clássicas, como Star Wars, é possível encontrar algumas jóias Cyberpunk nesse streaming.

Filmes Cyberpunk disponíveis na Starplus

A StarPlus também oferece filmes Cyberpunk, como:

  • O Exterminador do Futuro;
  • Alita – Anjo de Combate;
  • Eu, robô;

Assim como em todos os serviços de streaming, é preciso ter atenção à data em que o filme estará disponível no catálogo.

Os filmes Cyberpunks estão cada vez mais abundantes, especialmente pela quantidade de temas e tramas que podem ser abordados em cada história. Com tanta variedade, basta escolher um para começar e depois mergulhar em todos os outros!

Deixe um comentário

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More