Modern technology gives us many things.

10 videogames para jogar se você é um fã do Studio Ghibli

0

O Studio Ghibli faz ótimos filmes. Aqui estão alguns jogos com uma sensação de estúdio que os fãs vão adorar.

Com sede no Japão, o Studio Ghibli é uma das empresas de animação mais famosas do mundo. Seus filmes são conhecidos por movimentos fluidos, belas paisagens naturais, mundos fantásticos, protagonistas corajosos e promotores de ideias de proteção ambiental e pacifismo. O Studio Ghibli criou filmes como Spirited Away, Howl’s Moving Castle, Ponyo, Princesa Mononoke, My Neighbour Totoro, The Cat Returns e muitos outros.

Seus filmes inspiraram outros criadores, incluindo aqueles que fazem videogames. Afinal, tanto anime quanto videogame fazem parte da grande influência internacional do Japão. Os escritores e desenvolvedores de videogames capturaram a mesma essência da imaginação descontraída em alguns de seus jogos que os filmes de Ghibli costumam capturar. Alguns desses jogos são bem conhecidos, enquanto outros são joias escondidas.

10 – The Ni No Kuni Series

Embora toda esta série compartilhe algumas semelhanças com o trabalho do Studio Ghibli, existem certos títulos que têm mais magia Ghibli do que outros. Esses títulos são Domínio dos Jinn das Trevas e Ira da Bruxa Branca. Vale a pena conferir esses dois jogos específicos, já que suas sequências animadas foram criadas pelo Studio Ghibli.

realnerd 2021 08 29t155635.613

A música para o jogo foi até mesmo feita por Joe Hisaishi, um homem que trabalhou em grande parte da música para os filmes do Studio Ghibli. O primeiro Ni No Kuni foi lançado em 2010 e o último em 2018 com um total de cerca de seis títulos.

Haruto Ichihara

A personalidade de Haruto é completamente oposta à de Yusuke Ninomiya, pois Haru é um garoto atlético, confiante e amante da diversão extremamente popular. É mostrado que ele nem sempre pensa bem nas coisas, mas tem um bom coração. Ele realmente não acredita em fantasia e acha que Ni no Kuni é um sonho. Ele está pronto para fazer qualquer coisa para salvar Kotona Takashina, e isso inclui matar Astrid Astrum, ele pode cair em si.

9 – Okami

Desde o seu lançamento em 2006, Okami continua sendo um dos mais criativos e bonitos que existem. Como o Studio Ghibli, a série baseia muitos de seus elementos de fantasia no folclore japonês. Conte uma mensagem ambiental e incentive um mundo em paz com o poder de um pincel divino.

realnerd 2021 08 29t155756.624

O estilo de arte do jogo é único e faz com que pareça uma pintura de caligrafia. Os poderes que o jogador ganha são encontrados em suas técnicas de escovação, as árvores crescem, as flores desabrocham e o sol nasce. É considerado um dos melhores jogos da Capcom.

Amaterasu

Amaterasu existia originalmente no Plano Celestial, a casa dos Deuses Celestiais e Celestiais. Como governante da planície, era uma época de paz e tranquilidade, e Amaterasu gostava de brincar com os Celestiais nos campos da planície. No entanto, um dia eles receberam um visitante misterioso: Waka, um membro da misteriosa tribo da lua que habitava a lua. Um grande desastre havia varrido a haste lunar e Waka acreditava que era a última, embora houvesse duas outras da haste lunar que estavam vivas naquela época. Waka e Amaterasu tornaram-se amigos e as coisas voltaram a ficar em paz.

Mas, inesperadamente, uma catástrofe ocorreu no plano celestial: Orochi apareceu do nada e atacou o avião. Muitos celestiais morreram no ataque. Junto com Waka, Amaterasu correu para resgatá-la, mas Orochi foi protegido por uma barreira mística que bloqueou seus ataques. Waka foi forçado a fugir com os Celestiais sobreviventes na Arca de Yamato, onde ele chegou. Quando ele fugiu, ele usou seus poderes de clarividência para olhar para o futuro após a derrota de Orochi e descobriu que Orochi só poderia ser morto pelo escolhido – Nagi. Compreendendo, Amaterasu atraiu Orochi para o reino mortal de Nippon para esperar o nascimento de Nagi, que acabaria por trazer Orochi ao fim.

8 – Attack Of The Friday Monsters

Para o 3DS, este título de joia oculta apareceu em 2013. Sua história e personagens são malucos, muito parecidos com os do Studio Ghibli. Os jogadores assumem o papel de um menino cuja família dirige uma lavanderia a seco em uma pequena cidade.

realnerd 2021 08 29t160028.581

Muito do jogo é sobre a inocência infantil, amizade e família e precede com segredos episódicos que devem ser resolvidos na cidade. O desenvolvedor do jogo é na verdade o mesmo que faz os jogos Ni No Kuni, Nível 5.

Sohta

Sohta e suas amigas da escola tentarão descobrir se esses fatos são realmente verdadeiros. E é aqui que Millennium Kitchen traça a linha entre o que é produto da imaginação fértil dessas crianças e o que elas vivenciam no mundo real. Ayabe brinca com esse conceito ao longo da aventura e continua nos fazendo questionar se esses monstros são reais ou se são uma miragem criada pela fumaça das fábricas. A jornada de Sohta é extremamente linear e consiste em diálogos com os vários personagens que habitam a pacata cidade para avançar a história.

7 – Legend of Zelda: Breath of the Wild

Embora todos os jogos Legend of Zelda sejam indiscutivelmente semelhantes ao Studio Ghibli em termos de cenário e clima fantásticos, Breath of the Wild é caracterizado pelo seu design e forma descontraída de contar histórias. Em Breath of the Wild, Link acorda em um Hyrule que é composto principalmente de ruínas e natureza. O jogo é um mundo bastante aberto, então o jogador pode procurar por Koroks e simplesmente explorar a terra.

realnerd 2021 08 29t160120.672

A comparação entre a série Legend of Zelda e o Studio Ghibli não é nova, mas houve mais comparações do que nunca desde que Breath of the Wild foi lançado. Afinal, alguns fãs argumentam que é o melhor jogo Legend of Zelda de todos os tempos.

Link

Uma peculiaridade de Link, assim como de outros personagens, são as muitas encarnações diferentes ao longo da franquia Legend of Zelda. Está implícito que ele está um pouco sonolento ou preguiçoso, pois em algum momento no início de cada jogo, exceto os dois primeiros, ele estará dormindo ou dormindo.

Como Link não costuma ser mostrado como um falante, sua personalidade é determinada principalmente por suas ações ou pelos comentários de outras pessoas sobre ele. Link mostra ter traços básicos que podem ser encontrados em um personagem heróico; Coragem, abnegação, compaixão, sabedoria e bondade. Ele até salva outros que costumavam ser seus inimigos. Essas características (junto com sua pureza) permitem que você use a Triforce completa em alguns jogos com facilidade.

Ele também é leal aos seus vizinhos. Isso é frequentemente mostrado ao longo da série, pois muitas vezes protege Zelda e outros de qualquer dano que os ameace.

6 – Forgotten Anne

Este jogo animado à mão foi lançado em 2018 e se parece exatamente com o estilo visual de Ghibli. Em termos de jogabilidade, o título é um quebra-cabeça de plataforma 2D. Quanto à história, está no mesmo nível de criatividade de um filme do Studio Ghibli. Ele apresenta um lugar chamado The Forgotten Lands, onde criaturas chamadas Forgotlings vivem e anseiam ser lembradas pelo mundo humano.

realnerd 2021 08 29t160202.676

Os jogadores jogam como Anne, alguém que mantém as Terras Esquecidas em ordem. A história e os personagens são impressionantes, embora os jogadores tenham reclamado que o movimento do jogo é bastante desajeitado.

Anne

Anne é a única personagem jogável em toda a aventura, e toda a história se desdobrará de sua perspectiva. A história começa após uma explosão na torre de observação. Anne mais tarde descobre que esta poderia ser a ação da Rebelião dos Esquecidos, nome dado aos objetos esquecidos que irão parar nesta dimensão, que se opõem a Bonku e seus esforços para desenvolver um mecanismo que atrairia tanto humanos quanto um escolhido . trazer um grupo de objetos de volta à nossa dimensão.

5 – Battle Chef Brigade

Este título tem muitas críticas positivas, o único ponto de crítica é que os jogadores o adoraram tanto que gostariam que fosse mais longo. O jogo consiste em batalhas de deslocamento lateral, cidades interativas, seis capítulos, duelos de cozinha e personagens encantadores. A história segue dois personagens que derrotam monstros fantásticos e os transformam em comidas deliciosas.

realnerd 2021 08 29t160251.543

O jogo foi comparado ao Studio Ghibli tanto por seu estilo de arte quanto por seus elementos de fantasia. Mesmo que os chefs façam comida com monstros, no final eles parecem absolutamente deliciosos.

Mina

Durante a aventura, Mina adquire vários equipamentos que de alguma forma mudam suas habilidades e a lembram da mecânica dos jogos de RPG. Itens como facas de congelamento e amuletos são ótimos para derrotar monstros rapidamente, por exemplo. Meus itens favoritos são utensílios de cozinha, pois eles mudam a mecânica do jogo. Um recipiente, por exemplo, permite combinações de uma determinada cor com apenas duas peças. A tábua de cortar permite que você triture partes dos ingredientes, o que é perfeito para remover ossos e outros blocos defeituosos. Uma das ferramentas mais úteis para mim é o fogão longo – os ingredientes colocados nele são aumentados lentamente e automaticamente para que você possa fazer outras coisas ao mesmo tempo. Três itens de cada categoria podem ser equipados ao mesmo tempo. Essas opções adicionam mais camadas de estratégia ao jogo. É uma pena que saber o que é realmente útil em combate seja impossível, uma vez que não existe informação prévia sobre os ingredientes ou pratos necessários.

4 – Dark Cloud

Dark Cloud e sua sequência também são jogos desenvolvidos pela Level-5. O primeiro jogo foi lançado internacionalmente no PS2 em 2001, então envelheceu um pouco desde o seu lançamento. A história gira em torno de um menino que parte em uma jornada para evitar que um gênio das trevas domine o mundo. Visite diferentes áreas e reúna companheiros. É a jornada de um herói típico com elementos de Ghibli em seus locais e personagens pitorescos.

realnerd 2021 08 29t160344.609

Em termos de jogabilidade, ambos os jogos são RPGs com uma construção de uma pequena cidade.

Monica Raybrandt

Monica viveu 100 anos no futuro, desde que Max viveu como princesa e herdeiro do trono de seu pai, o reino do Rei Raybrandt. Sua mãe morreu pouco antes de seu 15º aniversário, deixando seu pai sozinho para criá-la.

Algum tempo depois de seu 15º aniversário, seu reino fez parte de uma rebelião contra o Imperador Griffon. Em uma noite de tempestade, Monica foi perseguida em seu castelo por soldados Griffon no caminho para o quarto de seu pai, percebendo que eles poderiam estar dentro e atrás de seu pai.

Antes que ele pudesse alcançar seu pai, mais dois soldados Griffon entraram pela janela e a cortaram. Ela consegue se esquivar de um ataque, mas logo é presa contra a parede perto de uma das armaduras que revestem o corredor. Quando um dos soldados Gryphon ataca novamente, Monica mergulha e agarra a espada real de sua armadura. Agora armada e capaz de se defender, ela pode se defender dos Soldados Griffon antes de entrar no quarto de seu pai, mas quando ela quebra a porta para ver como seu pai está, ela fica horrorizada ao encontrar o Rei Raybrandt morto, morto pelo assassino de elite. de Griffon. Gaspard, que então recua através de um portal do tempo e desaparece. Monica só consegue olhar em choque e larga a espada real que segurava enquanto se aproximava lentamente do corpo sem vida de seu pai.

3 – Ori And The Blind Forest

Ao contrário de muitos outros títulos comparados ao Studio Ghibli, Ori e The Blind Forest não vêm de estúdios japoneses. O jogo de plataforma de aventura foi desenvolvido por um desenvolvedor austríaco chamado Moon Studios. Os próprios designers do jogo admitiram que foram inspirados pelos trabalhos do Studio Ghibli, como Música do Vale dos Ventos.

realnerd 2021 08 29t160422.533

Basicamente, o jogo conta uma história sobre o amadurecimento de um espírito guardião. O mundo é encantador e cheio de criaturas originais com designs fascinantes. O jogo recebeu críticas quase perfeitas de revistas de jogos como Polygon, Gamespot e Game Informer. Também ganhou prêmios de áudio, direção de arte e animação.

Ori

A natureza de Ori é altamente dependente do jogador, mas eles têm alguns traços de personalidade diferentes. Ao longo do prólogo verifica-se que a personalidade do Oris se assemelha à de uma criança pequena, é muito inocente e dependente do seu cuidador.

Mas conforme a história avança, o personagem de Ori mostra uma tremenda determinação; mesmo diante da própria morte, Ori nunca perde a esperança. Ori também é muito misericordioso e bondoso, pronto para ajudar aqueles que vagaram nas trevas. Em geral, Ori é incrivelmente altruísta e se concentra no bem-estar do mundo ao seu redor.

2 – Mutazione

Este jogo se passa em uma cidade turística que foi atingida por um meteorito há 100 anos. Enquanto muitos morriam, aqueles que sofreram mutação formaram uma comunidade isolada chamada Mutazione. A história dos jogos é pessoal através dos olhos de uma garota de 15 anos chamada Kai, que mora em Mutazione. Enquanto o jogo se passa em um mundo pós-apocalíptico, a jogabilidade e o clima geral da história são um segmento lento da vida.

realnerd 2021 08 29t160535.552

Como Ori e The Blind Forest, este jogo não é feito no Japão. No entanto, partes dos temas e trilha sonora do jogo foram inspiradas nos filmes do Studio Ghibli. Pelo menos é assim que as coisas são, de acordo com o designer de jogos Douglas Wilson em uma entrevista à Polygon.

Kai

Kai é a capitã de sua equipe de natação em casa e aprecia a rotina de treinamento de natação, mesmo que ela não goste de acordar cedo. Ela ficou inicialmente chateada quando teve que ir para Mutazione em vez do acampamento regional de natação para o qual havia sido escolhida. Quando Miu a convida para nadar, é um alívio. Quando Miu pergunta sobre a imagem que Kai tem de si mesma, Kai pode avaliar os prós e os contras de sua piscina. Kai então menciona que tem um interesse romântico por Lúcia, uma integrante feminina de sua equipe de natação. Sentimentos semelhantes em relação a Miu não são expressos, mas estão implícitos.

Antes de chegar à ilha, Kai demonstrou um talento especial para a jardinagem depois de plantar uma semente da Flor Wisp em uma sarjeta perto de sua janela e sentir a música da planta.

Ele tem um talento especial para fazer aviões de papel, uma atividade comum que costumava fazer com seu pai.

1 – Jade Cocoon

Jade Cocoon foi lançado internacionalmente em 1999 e foi criado em colaboração com o designer de personagens do Studio Ghibli, Katsuya Kondō. Kondō fez parte de uma tonelada de filmes do Studio Ghibli como Serviço de entrega de Kiki, Castle in the Sky, Pom Poko, Meu vizinho Totoro, From Up on Poppy Hill e muitos outros. Em termos de jogos, no entanto, ele trabalhou apenas em Jade Cocoon e sua sequência.

realnerd 2021 08 29t160617.576

Em Jade Cocoon, o mundo é coberto por uma floresta densa e perigosa cheia de monstros chamados minions. O silencioso personagem principal, Levant, tem a tarefa de capturar e limpar os lacaios. O jogo recebeu críticas bem medianas, mas é bastante único para a colaboração de Kondo.

Levant

Levant nasceu filho de um mestre do casulo, Riketz, e Phio, uma donzela Nagi em Syrus, uma pequena cidade em Parel.

Ele é um garoto crescendo para ser um professor idiota. O pai de Levant, Riketz, desapareceu quando ele era pequeno, então Levant foi criado por sua mãe, Phio. É muito difícil para ele perdoar seu pai por ter abandonado ele e sua mãe há muito tempo. Levant se casa com uma jovem Nagi Maiden, Mahbu, no início do jogo.

Seu nome pode ser alterado no início e após o jogo.

Cultura pop em primeiro lugar!

Se você adora cultura pop não pode perder nossas super listas, fique atento ao Real Nerd e encontre as mais divertidas matérias sobre animes, games e tudo que envolve este mundo de conteúdo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More